A Motivação e a definição de objetivos

Ter objetivos aumenta a nossa motivação, auto-estima, dedicação, ânimo e comprometimento. Definir os objetivos mais importantes para nós e traçar um plano para os atingir, ajuda-nos a ter um maior controlo sobre a nossa vida e uma maior capacidade de decisão e adaptação a novas circunstâncias. Quanto mais específico e mensurável for o nosso objetivo e o nosso plano para o alcançar, melhor. No entanto, e apesar dos muitos benefícios, nem sempre temos presentes na nossa consciência quais os nossos verdadeiros desejos e objetivos. Ou até temos, mas são demasiado vagos para nos encorajar. Ou sabotamo-nos com inúmeras desculpas que não nos permitem construir o que precisamos para ir ao encontro deles. Por vezes, isto acontece porque todos nós temos medos, mais ou menos conscientes. Os nossos medos e crenças invadem-nos o subconsciente e, sem que nos apercebamos, vamos construindo defesas contra nós mesmos, e encontrando desculpas que nos fazem crer que não chegámos ainda a um qualquer objetivo porque… e várias justificações podem surgir aqui.

 

Exercício 


Tenha um objetivo

Feche os olhos, respire fundo por uns momentos e relaxe. Permita que a cada respiração o seu corpo e mente entre num estado mais profundo de paz e tranquilidade. Agora pense num objetivo que tenha. Pessoal ou profissional, não importa. Traga um objetivo à sua consciência. Faça uma espécie de análise, tendo em conta o que ganha ao alcançar este objetivo e o que perde. Depois faça também uma análise ao que ganha e ao que perde se não o alcançar. Abra os olhos e registe as 5 primeiras  perguntas que lhe surgirem na cabeça ao pensar na execução deste objetivo. Prevalecem questões que o animam ou que o desanimam? Abalam ou não a sua persistência? Considera-se uma pessoa persistente? Vamos voltar a esta questão no futuro. 

 

Sugestão

Ao pensar no seu objetivo, não se julgue em qualquer momento. Vale a pena focar-se no que já podia ter feito, mas não fez? No que podia ter feito diferente? No porquê de lhe ser difícil ter objetivos se for esse o caso? Não é o momento de se criticar. Aceite o que tem agora e trabalhe com isso. Com consciência. Sem julgamento.

 

« Voltar